12.6.10

Lugar

Procuro um lugar pra dizer que é meu
Um mundo invisível, criado ao acaso
Sigo mapas mal-feitos
Com rotas tortas e erradas
Ando por tudo quanto é lado
Apenas pra ver
Que não adianta procurar
Pois o lugar que procuro
Já é meu hábitat

2 comentários:

Aninha Kita disse...

Lindo, lindo!

Esse hábitat me parece o coração de alguém, ao menos o meu seria. Aquele lugar que procuramos por sua perfeição, que chegamos pelos erros e que um dia se percebe que já chegamos lá, aqui.

Estas são só as minhas reflexões. rs
Ana

laynie_ disse...

Não sei bem o que dizer, mas eu senti que esse textinho tocou de um modo diferente. Parece que você fala de algo que todos procuram, um lugar diferente, pra dizer que é seu. E o que procura não é a perfeição, dá pra perceber pelo 'rotas tortas e erradas'. Porém é algo que está ali, na nossa frente e a gente não vê. Coisas que passamos a vida toda procurando sem enxergar que o mesmo já está ali.

Acho que foi isso que passou pra mim (: