27.12.11

Isso não é uma carta de ano-novo

não há nada melhor que terminar um ano sem a sensação de dever cumprido pois ela é falsa tão falsa quanto a família feliz de natal do comercial de peru e criar metas também não vem ao caso pois uma parcela ínfima as fará e isso não se constitui em um erro é somente uma prova de que construímos hábitos apenas para nos manter sãos se pudermos chamar-nos assim num mundo cada vez mais non sense é nossa esperança que colocamos em cada suposta meta e esperamos que elas se realizem sem nosso esforço então percebemos o ano passando e nada de avanços nos tornamos neuróticos e nos juntamos ao bando de desanimados em frente a uma tv ou algum site boboca ou você pode contrariar tudo estipular uma meta bizarra que você sabe não será cumprida e apenas seguir com todos as suas impossibilidades no fim o que você conseguir é lucro.

não é derrotismo, é lógica de mercado, baby.

feliz ano novo a todos.

2 comentários:

Alê disse...

E que 2011 venha repletos de desafios, pra na soma, a gente ter novamente esse gosto de vitória,


Bjkas

Divagações sobre vários temas. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.