23.9.11

...

E aquele que tinha tudo pra ser logo engolido pelo mundo foi o que mais se afastou.
Conseguiu a sua liberdade. A emancipação do sistema.
(Por outro lado, a liberdade hoje em dia é falsa. Ninguém é realmente livre e a emancipação só vem se você pagar uma boa quantia, em dinheiro por favor. Até o dia que puder, depois disso você é engaiolado. Por exemplo, quando acordo escuto muita gente piando “me tira daqui!” mas não posso fazer qualquer coisa. Lá pelas oito da manhã me acostumo e não escuto mais nada.)
E os outros apenas seguiram o fluxo.
Nadar em rota contrária cansa demais os braços.
Mas de um jeito ou de outro você se afoga.

Um comentário:

Alê disse...

...eu já estou submersa a tempos...


adorei esse texto: de uma verdade doída