24.4.11

Redenção

Eu não busco redenção.
Quero apenas um lugar.
Qualquer.
Descansar minha cabeça
(escutar o barulho de nada corrente)
Com vento com sol
Com chuva no escuro
Bom é apenas descansar
Mas se engana quem diz que a vida é simples

Um comentário:

Í.ta** disse...

ótemo final!

ficou um poema narrativa com um final que a mim surpreendeu. gostei muito.

abraços