13.2.11

Humanidade

Cada vez que acordava, ele traçava um plano.
Cinco coisas por dia.
Só para ver tudo por fazer.
Alívio.
Pois não seria humano sem enganar a si mesmo.

4 comentários:

Aninha Kita disse...

Interessante, muita gente é assim, precisa de uma programação.

"Enganar a si mesmo" gosto dessa expressão, embora lamente a recorrência do acontecer.

Beijos, beijos!
Ana

Sandra Botelho disse...

Por mais que eu me programe, sempre desprogramo tudo e é de proposito.
Não gosto do que é programado, gosto do que acontece naturalmente e assim vou me reformulando a cada dia...
Bjos achocolatados

Charlotte disse...

Olá..
que bom que gostou dos contos.
gostei do seu blog tbm :D
seguindoo ...

beijoo

Alicia disse...

Aí a gente finge que se engana pra não passar em branco...