27.1.11

Nativos - 5 de 6

Todos os dias ele acordava cedo, tomava um copo de leite com pão seco e um pedaço de peixe seco e ia para a praia, levando uma garrafinha de água mineral sempre pela metade. Lá chegando ele acabaria por encher o recipiente com água salgada. Mistura feita, ele tomava. Ao ser perguntado, ele dizia que aquela era a combinação perfeita para um ótimo dia.
Uma “água boa” com uma “água ruim”. Prepararia o corpo e a mente para o resto do dia.
“No fim, é tudo água, não é mesmo?”- ele dizia.

Um comentário:

Í.ta** disse...

do bom e do ruim a gente tá cada vez mais cheio :)

abraços.