9.10.10

Fazer à inglesa

Encontrava alguma forma de apagar de sua vida a memória da mulher que tanto amou.
Procurou presentes cartas fotos, mas não havia nada.
Nada.
Cortou então a cabeça, e não se preocupou mais.

Um comentário:

Í.ta** disse...

essas tuas escritas também tem me feito lembrar do "delírio real de um amor imaginário", do joão chiodini, aqui de xarraguá mesmo. acho que gostarás. tem na biblio pública.