27.3.10

À margem

Existem os gigantes. Aqueles que são referência na poesia, que criaram estilos, que se imortalizaram.

E existem aqueles que reinventaram, saíram dos padrões, criticaram e não se deixaram reprimir, mesmo na época da ditadura opressora, mesmo com o pífio reconhecimento. Esses são os poetas marginais.

Difícilmente você teve (ou terá) aulas sobre eles. Por quê?

2 comentários:

Í.ta** disse...

porque estão à margem, claro. :)

legal que postasse sobre isto!

grande abraço.

Léo Santos disse...

Assim como existem os - como dizes - poetas marginais, existem também os leitores marginais, os editores marginais e quiçá uma cena marginal por onde essa e outras obras chegam até nós!

Um abraço!