28.1.10

La vida breve

Um publicitário fracassado e sem esperanças na vida, cuja insanidade atinge o ápice com a retirada de um seio de sua ( já mutilada com o tempo) mulher. A fuga daquela realidade através da construção de um suposto enredo para um livro, aonde ele assume a pele de um médico residente em uma cidade imaginária. O caso secreto com sua vizinha prostituta.
Assimilando tantas identidades, o real já não possui mais importância.
A Vida Breve, grande obra do uruguaio Juan Carlos Onetti.

Um comentário:

Ítalo disse...

taí uma obra da qual já ouvi falar muito, e que me instiga a vontade, muita, de lê-lo.

ficou bom teu escrito sobre o livro.

abraço.